Como realizei o sonho de ter uma família

Como realizei o sonho de ter uma família

5 de August de 2019 Off By Genadi Santana

Muitas vezes as pessoas materializam e planejam na cabeça um sonho ou um desejo maior e fazem de tudo para realizá-lo perfeitamente como se imagina, mas as coisas às vezes podem não funcionar bem assim. Meu grande sonho, desde pequena, sempre foi ter uma família estruturada, digna de um relicário com foto, já que a minha é um pouco conturbada por conta da separação dos meus pais logo quando eu ainda tinha uns 4 anos, basicamente foram minhas irmãs mais velhas que terminaram de criar 4 irmãos. Elas pensaram muito, afinal eram adolescentes e tinham a super responsabilidade de cuidar de uma casa já que o meu pai e minha mãe, isso mesmo os dois, saíram de casa depois da separação.

Os planos mudam

Cresci, conheci um esporte que abriu portas pra mim, o handebol, joguei, ganhei por isso e consegui ingressar na faculdade através de uma bolsa para atletas. Seria então a primeira da família a ter um diploma de graduação. Mas como nossos planos mudam rapidamente, eu tinha uns 24 anos, faltavam 2 para terminar a faculdade e descobri que estava grávida. Mas o pior de tudo isso é que eu sabia que o pai do bebê não ia ser presente e me ajudaria, fiquei com muito medo e acabei não contando pra ninguém, absolutamente ninguém. Escondi os nove meses e um dia de gravidez, minha família só ficou sabendo quando já tinha ido para o hospital e já tinha parido. Nesse momento tudo o que tinha planejado lá com os meus 12 anos com toda certeza não iam mais ser realizados. Mãe solteira, universitária, viva do esporte, com um filho pra criar, tive que mudar toda a minha rota, arrumei um emprego fixo, mais tarde mudei também de faculdade e segui minha vida.

A grande virada

Naquele momento achei que já não ia conseguir mais me casar e realizar não só meu sonho, mas como também de todas as minha irmãs de entrar linda de branco na igreja. Afinal, o preconceito com as mães solteiras é grande e muitos homens evitam com medo de criar um filho que não é deles.

Mas e não é que o universo realmente surpreende, reencontrei uma paixonite da juventude como atleta, voltamos a nos falar, a nos encontrar e começamos a namorar. Ele se deu super bem com o meu filho, amava muito ele e demonstrava muito afeto. No início achei que ia ser algo passageiro e que ele não aguentaria a pressão, mas me enganei, passaram-se 5 anos até que resolvemos morar juntos e se casar.

Finalmente realizei meu sonho

Tomamos a decisão e estavamos juntando dinheiro pra fazer um casamento daqueles, como sempre sonhei, mas de repente ele acabou ficando desempregado, meu sonho ia ter que ser adiado de novo, mas minha família e a dele juntaram esforços, pesquisaram e conseguiram organizar tudo lindo como imaginei.

Era um dia de dezembro estava ansiosa no carro esperando o meu momento de entrar na igreja, minha família e amigas estavam no altar, todos os meus 6 irmãos e pessoas importantes na minha vida. Tocava já o começo da marcha nupcial, as portas se abriram, pensei muito e tentei não chorar, mas olhei para o altar e todos já estavam se acabando em lágrimas, não resisti. Meu filho então, que entrou com as alianças era o mais emocionado, dizia assim “estou chorando de felicidade por você mamãe, é o dia mais feliz da minha vida, você está linda”. Veio a festa, os dias oficialmente já casada, nossa casinha toda arrumada do jeito que imaginei, agora chega o próximo passo, queríamos mais um filho. E ele veio, melhor dizendo, ela veio. Hoje carrego uma pulseira com berloques nas iniciais dos dois. Minha princesa é linda, toda neguinha com os cabelos enroladinhos, e super inteligente, é o xodó da família, dos pais e principalmente do irmão, a cumplicidade dos dois é inexplicável, mesmo com mais de 10 anos de diferença.

As vezes pensamos que tudo deu errado e que as coisas não tem mais jeito, mas na real elas só não acontecem da maneira e no momento que achamos ser o certo. A vida é cheia de surpresas, algumas bem difíceis de lidar e outras tão perfeitas que nem conseguimos explicar. Hoje, no rack da minha sala tem um monte de fotografias de momentos lindos que vivemos juntos e carrego um relicário com a foto dos meus três grandes amores. Essa foi a maneira que conquistei meu sonho de ter uma família.